builderall

planejamento financeiro 2021 vsm contabilidade

 

O novo ano já está logo ali, e você ainda não fez o seu planejamento financeiro para 2021?  O que você precisa saber, antes de tudo, é como aumentar a margem  e onde cortar gastos. 

 

Já foi o tempo quando as empresas podiam trabalhar com margens de lucro maiores, na busca por bons resultados. A enorme concorrência atual e a determinação do cliente na busca pelo menor preço têm achatado cada vez mais as margens de lucro, obrigando as empresas a trabalhar muito mais para alcançar seus objetivos de faturamento. O corte de custos, hoje, é uma condição inerente a qualquer negócio, seja do ramo que for.

 

Mas, por onde posso começar para cortar custos? É muito importante que a redução de custos seja um tema recorrente no seu negócio e seu time esteja sempre atento a qualquer oportunidade para que isso aconteça. Eliminar desperdícios é a melhor e mais eficiente forma de cortar custos, mas não a única.

 

A automação do trabalho é uma excelente forma de cortar custos. Alguns processos automatizados reduzem as despesas sensivelmente e sempre que possível devem ser adotados. Além de reduzir custos, traz eficiência, não é verdade? A terceirização também pode significar economia porque muitas vezes uma atividade interna, com pessoal contratado pelo regime da CLT, custa mais caro do que a prestação do serviço por uma firma terceirizada. Manter negociações com fornecedores, em busca das melhores condições e preços, também traz economias certas. E, claro, é preciso ter todo o cuidado com os seus custos financeiros, olhando para o seu capital de giro e estoque.

 

Não há uma regra específica sobre o assunto, senão a máxima de que para cortar custos é preciso conhecer muito bem o seu negócio. Analise-o constantemente, persiga a redução de custos, mas atenção: cortar custos também tem limites. Ele deve ir até o ponto que não comprometa sua operação! Tenha cuidado para não afetar a qualidade do seu produto ou serviço. Conheça muito bem seus custos fixos e variáveis e veja onde é possível mexer. 

 

Cuide da sua gestão financeira, utilize softwares de gestão empresarial, procure melhorar sempre seus processos internos, envolva sua equipe profissional nesse propósito e analise constantemente a lucratividade de seus produtos ou serviços. As vezes, optar pela descontinuidade de um produto ou um serviço de baixa lucratividade (ou até mesmo prejuízo) é a melhor solução a se tomar. 

 

A redução de custos tem impacto imediato na lucratividade e, assim, nos resultados da empresa. Além disso, torna o seu negócio muito mais competitivo, em um mercado cada vez mais difícil. Nunca se esqueça de que o sucesso de um empreendimento não depende apenas do quanto ele fatura, mas também do volume de gastos. Não adianta se matar de trabalhar, efetuar um número maravilhoso de vendas e aferir um lucro mínimo, que mal remunera os acionistas, não é verdade? 


Cortar custos é preciso, mas precisamos saber fazê-lo. Pense nisso e mãos à obra! 

 

My Image

Vânia Trindade

Contadora, Consultora e Educadora Financeira