builderall

separar contas pessoa juridica vsm contabilidade

Você sabia que em nosso país seis em cada dez empreendedores fecham as portas de seus negócios antes mesmo de completarem quatro anos de atividades? Essa triste estatística é do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e revela o despreparo dessas pessoas diante do negócio próprio. Um dos principais motivos que engordam essa estatística é a falta de planejamento e organização.

Empreender é muito mais do que vender algo que se sabe fazer, como uma consultoria financeira, um projeto arquitetônico ou eco bags pintadas à mão. Para manter um negócio vivo, é preciso saber produzir, vender, comprar e administrar, gerir pessoas.... Definitivamente, é um desafio e tanto!!

Por conta do meu trabalho, eu me relaciono diariamente com inúmeros empreendedores, de todos os tipos e tamanhos de negócios. E um dos erros mais comuns que percebo é a desorganização financeira. Muitos destes empreendedores utilizam suas contas bancárias jurídica e física sem distinção alguma, ao Deus dará.

Ora usam sua conta pessoal, ora a conta da empresa, seja para pagar o almoço, o imposto de ISS ou ICMS, a matéria prima adquirida para produzir um produto ou a mensalidade escolar das crianças.

Essa desorganização é fatal, podem acreditar nisso. Mas por quê? Porque desorganizam financeiramente a empresa e a pessoa também. Vou dar um exemplo que canso de ver acontecer: a conta da empresa de um empresário estava recheada, e ele vivia sonhando com uma nova televisão de 60 polegadas. Diante de tanto dinheiro, não pensou duas vezes: adquiriu o seu sonho de consumo. O problema é que três ou quatro dias depois venciam boletos de compras da empresa e impostos também, e ele ficou no vermelho.


As contas são separadas e assim devem permanecer o tempo inteiro. O dinheiro da empresa a empresa pertence. O empresário recebe pró-labore e distribuição de lucros, e é com esse montante que ele tem que quitar seus compromissos financeiros.

Ao separar as contas e os gastos das pessoas jurídicas das físicas, você garante contas organizadas e tem real noção do quanto de recursos tem disponíveis de cada persona ? você e sua empresa. Ao juntá-las, se desorganiza e, assim, fica vulnerável. Uma dica: converse com o seu contador e estabeleça um pró-labore compatível. Conte com esse dinheiro e com a distribuição de lucros que você tem direito de receber.

Ter qualidade de vida é um direito de todos nós. É para isso que trabalhamos, não é verdade? Realizar sonhos de consumo torna a vida mais gostosa, e a gente merece recompensas por tanto esforço. Mas isso não pode ser feito de qualquer maneira, colocando seu próprio negócio em risco. Separe as contas e tenha resultados muito mais consistentes!

My Image

Vânia Trindade

Contadora, Consultora e Educadora Financeira