builderall

controle financeito vsm contabilidade

 

Ao longo de todos esses muitos anos que trabalho com contabilidade tenho a oportunidade de lidar diariamente com um sem número de empreendedores, dos mais variados ramos de atuação e donos de empresas de todos os tamanhos.

E recebo constantemente essa pergunta: existe uma fórmula para o sucesso? Como alcançá-lo?  É claro que não há uma fórmula pronta, nem um mapa do tesouro. O sucesso é consequência de muito trabalho, embora seja sempre bom contar com um pouquinho de sorte também. Mas uma coisa eu digo para todos os meus clientes: não há empresa de sucesso sem um CONTROLE FINANCEIRO EFICAZ!

Se você não tem controle financeiro, você está completamente no escuro. Se você usa o caderninho, você até tem uma sensação de organização. Porém eu te pergunto, qual foi o lucro dos últimos três meses? Quanto cresceu ou diminuiu em relação ao período anterior? Como estão se comportando as despesas fixas? O que cortar? E as despesas variáveis?

Você pode até fazer a inserção dos números em alguma planilha, mas se esses números não te ajudarem a tomar decisão, você continua no escuro!

E como fazer um controle financeiro simples e eficaz? Muita gente acha que controlar as finanças de uma empresa se resume a anotar o que entra e o que sai. Ledo engano! A gestão financeira é muito mais do que isso!   Só registrar entrada e saída tem pouco efeito. Quando você registra da maneira certa, você tem insumos pra formar os indicadores do seu negócio que te darão segurança. QUEM NÃO MEDE, NÃO GERENCIA!

Eu compreendo que nem todos os empreendedores podem e talvez não devam fazer essa tarefa, até porque se você ficar na gestão financeira, quem estará fazendo sua empresa crescer?  A eles, eu digo: o primeiro passo é reconhecer a importância dessa função e entregá-la a quem poderá exercê-la com conhecimento e competência. Muitas empresas não têm recursos para contratar um gestor financeiro, é verdade, mas o seu contador pode te ajudar nessa missão, e com sucesso, viu?

O empreendedor deve se envolver com a gestão financeira, é claro. Mas uma gestão profissional permitirá muito mais qualidade, controle e planejamento, trazendo resultados positivos para o negócio. É preciso, por exemplo, mapear os custos da empresa, fazer um planejamento tributário, administrar o crédito concedido, aplicar corretamente os recursos disponíveis e identificar e eliminar desperdícios.

É preciso, também, acompanhar de perto o fluxo de caixa e fazer controles diários da conta bancária jurídica. Ou seja, acompanhar muito de perto todas as finanças do negócio. Gerir uma empresa não é nada simples, e um simples erro de saldo de caixa, por exemplo, pode comprometer o resultado. Um boleto vencido gera multa e juros, e isso também não é nada bom.

Eu sempre digo para os meus clientes: ?o sucesso começa na ponta do lápis?. E isso significa que os resultados sempre aparecem quando a gente se planeja. Um controle financeiro simples e eficaz faz parte disso, com toda a certeza. Porque VENDER NÃO É RECEBER, RECEBER NÃO É LUCRAR!!!